Blog da Adharas


Doenças de pele no verão

Cuide da pele do cão e do gato

Estamos no verão, a estação mais quente do ano, você notou que a incidência das doenças de pele do seu pet aumentaram, pioraram ou passaram a ocorrer, logo pensa, “deve ser o calor”.
.
Você não está completamente errado, apesar da temperatura ambiental não ser a causa de base da grande maioria das doenças de pele, ela funciona sim como um importante fator predisponente.
.
A dermatite actínica, ou também chamada de dermatite solar é a principal doença diretamente relacionada ao verão, pela maior incidência de  radiação UVA e UVB que pode levar  a  lesões dermatológicas importantes como queimaduradas, ressecamento, avermelhamento da pele no local, bolhas, e em casos mais graves o espessamento da pele, erosão e úlcerações no local de acometimento podendo evoluir para câncer de pele.
.
Apesar da sua incidência ocorrer em sua grande maioria no verão, por estarmos em um país tropical, pode também acometer o seu pet exposto ao sol de maneira contínua também nos meses menos quentes. 
Dentre outras doenças de pele de maior acometimento no verão, podemos citar as doenças parasitárias como uma importante e frequente causa. Sarnas, berne, míiase, leishmaniose, infestação por pulgas (pulicose) , carrapatos são diretamente dependentes do ciclo desses ectoparasitas que ocorrem com maior intensidade nos meses mais quentes, aumentando assim a sua incidência.
.
Algumas doenças alérgicas também podem piorar no verão devido ao maior contato com o alérgeno, como a DAPE (Dermatite Alérgica a Picada de Ectoparasita) e a Dermatite atópica- correlacionada aos alérgenos ambientais de fungo de mofos  e gramíneas que florescem no  período de verão por exemplo.
Além disso, a temperatura elevada também  pode levar a uma maior sensação de coceira quando já existe uma doença de pele instaurada. 
.
Ao sinal de qualquer alteração na pele do seu cãozinho ou gatinho, leve-o para um atendimento dermatológico especializado para que se possa identificar exatamente a causa de base e assim o tratamento mais adequado.
.
Texto de colaboração da Dra. Alexandra Mergen, dermatologia veterinária

Todos os direitos reservados © - Adharas Clínica Veterinária Integrada 2017

Desenvolvido por: Agência Netmidia