Blog da Adharas


Fogos de Artifício

Cuidado com a audição do seu amigo pet


Com a chegada das comemorações das festas de final de ano e  a utilização cultural dos fogos de artifícios , é importante atentarmos também para a saúde e bem estar dos nossos pets. 
Os fogos de artifício podem acarretar em pelo menos 3 alterações comportamentais nos cães e gatos: o medo, a fobia e a ansiedade. 
O medo pode ser caracterizado por comportamentos esteriotipados passageiros que ocorrem durante o evento do estímulo. Os cães por exemplo podem exibir grande agitação, inquietaçao, latidos altos e estridentes, fuga, procurar um esconderijo e em alguns casos até convulsão (principalmente naqueles que ja possuem uma patologia neurológica de base como a epilepsia idiopática ).
.
Os felinos possuem a particularidade de fuga e esconderijo, eriçamento dos pelos e geralnte procuram lugares mais calmos e escuros como embaixo de camas ou dentro de armários. 
A fobia e a ansiedade já são consideradas estados comportamentais patológicos, onde além de existir uma resposta exagerada ao estímulo,  estão também correlacionados à perca de capacidade de adaptação ao stress ocasionado, podendo levar a generalização dos estímulos, antecipação emocional  e persistência dos mesmos. Ou seja, antes mesmo do evento ocorrer, o cão ou o gato já apresentam  modificação comportamental. Na fobia, o estímulo é real, na ansiedade, o comportamento pode ocorrer sem que necessariamente haja ou não um estímulo.
.
O melhor manejo é com certeza evitar as situações do stress, mas como nesse caso, nem sempre é possível, podemos, de acordo com o grau de intensidade de sua apresentação e sob orientação do seu médico veterinário, instituir algumas maneiras de minimizarmos esse estresse atraves de manejo ambiental e/ou uso de alguns medicamentos disponíveis no mercado.
.
É importante certificar-se que seu pet esteja num lugar seguro, não tenha acesso a parte externa da casa, não deixá-lo sozinho, acariciá-lo ou usar faixas que envolvam o abdômen do cão para permitir o conforto no momento do stress, são alguns exemplos de manejo ambiental. Para gatos, permitir que tenha acesso a um local de esconderijo, com acesso fácil a área de alimentação e eliminação (caixa de areia) escuro e o mais silencioso possível.
Colaboração do texto por dra Alexandra Vincenzi Mergen
.
Consulte seu médico veterinário de confiança, ele com certeza lhe orientará, qual a melhor forma de otimizar o bem estar do seu pet.

Todos os direitos reservados © - Adharas Clínica Veterinária Integrada 2017

Desenvolvido por: Agência Netmidia